Palíndromo II

Identifiquei na palavra “Limar” — que é justamente “Ramil” lido de trás pra frente — o sentido de refinar, aprimorar, aperfeiçoar. O esmero, talento e paixão de Vitor Ramil resultaram numa obra excepcional que continua a florescer, se desenvolvendo como uma rama na árvore da nossa cultura, riqueza que herdamos e amamos.

10 comentários em “<strong>Palíndromo II</strong>”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *